quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Elga Shitara cheia de charme e sensualidade - Ensaio para o Sexy Clube

 Elga é estilosa e fez um ensaio pra lá de sensual e glamuroso para o Sexy Clube.
Ela adorou o trabalho e esteve super a vontade:

Olá meus queridos e queridas! 

Saiu o meu trabalho pra sexy e foi feito com muito carinho, pra vocês que me acompanham. Com a minha rotina de viagens, não tive muita preparação até porque, tô sempre preparada pra tudo sem preguiça! E tudo que eu faço é com muito amor.
 Quero agradecer ao meu amigo Daniel, a clinica Felicity, a equipe da Sexy e a todos vocês que me acompanham, enviam msgs de carinho e positividade.

 Muito obrigada todos que gostam do meu trabalho!! Grande beijo!!

 A Elga Shitara esbanjou sensualidade, com o corpo escultural e com o seu jeito sempre alegre e sorridente de ser!!

Com o bumbum malhado, e o olhar forte e vibrante ela irradia um brilho estonteante e traz a simplicidade e a beleza de forma natural!


Veja o vídeo e fotos da Elga para o Sexy Clube:
Link

Site da Elga Shitara: Link


segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Puro Êxtase - Nalini Narayan e a Suruba Para Colorir

 Nalini sempre descontraída, risonha e sensual, brilhou e encantou. Cheia de charme e esbanjando um corpo escultural e figurino pra lá de provocante, a gata gravou o quinto episódio do Puro Êxtase - Nalini Narayan e a Suruba Para Colorir.
 Essa ideia de juntar os estímulos externos com a concentração na hora de colorir é muito interessante, ainda mais quando o que devemos colorir é uma suruba. Os risos da Nalini, eu amei, ela é sempre o máximo. A naturalidade com que a musa pinta a suruba é magnifica. Cada trabalho dela, pode-se perceber a simplicidade que ela trata a sensualidade. Linda, gata, Puro Êxtase!! 
Ela deixou rolar e mandou muito bem!!

 Veja aqui o episódio : Link

 Luiz Cardoso, do Puro Êxtase, contou um pouco mais do projeto e de como foi gravar com a Nalini:


Nós tínhamos um amigo em comum,
O Rui, da Xplastic. Com isso, eu olhei o perfil da Nalini. Escritora erótica e fora do meio pornô.
Nós procurávamos perfis assim para validar o projeto, algo que fosse o orgasmo comum
e nossa intenção não é glamourização do orgasmo e sim desconstrução do erotismo.
 Nalini foi esse elo na escolha
A gente ficou muito feliz

 Luiz ainda completa sobre a ideia:

Nós não mostramos sexo, mas fazemos você sentir o erotismo. A única maneira de provocar fazendo atividades do dia a dia.
 Quem nunca fantasiou isso?
Transar em todos os lugares
E tentar manter a compostura?



 Página da Nalini: Link
Aventuras Sexuais de Nalini N.: Link
 Fanpage Puro Êxtase: Link 
 Fanpage Bebel Books: Link
Fanpage Bunkermidia: Link
 Fanpage Extravagance Boutique: Link
Fanpage SF13 Produções: Link

sábado, 19 de setembro de 2015

Entrevista com a Escritora Nalini Narayan - Inteligente e Provocadora

 A bela escritora Nalini Narayan contou um pouco mais da infância e deu mais uma vez um show, revelando seu jeito de ser e de pensar sobre o sexo e tudo que abrange esse assunto.





1 - Como foi sua infância ?

Minha família viajava muito e estávamos sempre em cidades diferentes. Como meu pai era estrangeiro acho que isso ampliou minha visão de mundo. Sem grande esforço eu me vi uma pessoa cosmopolita por natureza. Não me apego aos lugares e tenho facilidade com mudanças. Viajo bastante e moro em diferentes lugares, pois isso me ajuda a escrever. A inspiração, no meu caso, vem dessa pluralidade de experiências.

 2 - Conte sobre a primeira vez que foi nas festas regadas a sexo livre, você falou pra alguém que ia?

Não foi um marco na minha vida, foi algo natural. Passei do poliamor para outra curiosidade maior, mas não foi algo marcante, a sensação de liberdade e de falta de limites em relação aos meus amigos e amigas sempre me foi familiar. Nunca vi problemas em transar com amigos e depois agir de forma natural.
 3 - O que te deu mais tesão quando se deparou com o sexo grupal e orgia ? Você chegou a fazer com quantos no mesmo tempo ?

Cheguei a me revezar, mas não a ser penetrada por muitos na mesma hora, existem variações e rodízios que podem envolver um grande número de pessoas, mas tive mais tesão em situações íntimas a dois ou em menages. A orgia é legal por quebrar qualquer barreira de preconceito e pela sensação de exaustão pós-coitos.

4 - Você sofre muito preconceito ou já sofreu, por ter essas vivencias com relação ao sexo ?

Olha, sempre fui discriminada, mas acho que por ter insistido na minha concepção de vida e por ter selecionado melhor as pessoas com quem convivo, esse tipo de chatice tem se tornado rara.

5 - Você sempre tem orgasmo nas transas ? fala um pouco desse ponto tão importante do sexo.

Na orgia não é isso que se busca. Mas em relações mais íntimas e mesmo em menages sempre busco o orgasmo e meus parceiros costumam ser sempre generosos.

6 - Você já passou por alguma saia justa, situação engraçada nessa caminhada toda ?

Várias, principalmente com amigas e amigos que faziam uma ideia diferente de mim e de meu marido. Muita gente rompeu conosco. Muitos ficaram bravos como se os tivéssemos traído de alguma forma.


7 - Com 16 anos, você teve experiência sexual com uma mulher, fala um pouco mais disso. Onde conheceu a mulher ?

Na escola eu tive uma paixão, mas não julguei uma experiência bem sucedida do ponto de vista da realização sexual. Éramos muito crianças. O sexo com homens foi melhor.

8 - O que você acha da liberdade sexual, as vezes difícil de ser alcançada entre as pessoas ?

Depende do nível cultural. Percebo que em ambientes mais intelectualizados, o sexo é mais natural e as pessoas tem menos tabus. Não existe uma visão moralista.

9 - Como está as vendas do teu livro " Aventuras Sexuais de Nalini N." , a aceitação das pessoas ?

É um livro que vende bem. É fácil de ler e tem apelo popular. As pessoas gostam e os leitores continuam procurando mesmo depois de seu lançamento.

10 - Fala um pouco mais da parceria com o músico Tico Santa Cruz.

O Tico Santa Cruz foi uma das primeiras personalidades a apoiar o meu trabalho e a perceber minha relevância como artista. Serei sempre grata aos artistas generosos e pessoas de mídia que me acolheram quando muitos me discriminaram sem nem saber do que se tratava o trabalho.

11- O que você acha que mais gera interesse de homens e mulheres em ti, por esse teu jeito de ser, falando de sexo com tranquilidade e quebrando tabus ?

Minha inteligência provocadora atrai e beleza particular que não afronta. Isso é decisivo para que eu seja querida e desejada em vários ambientes e por pessoas de diferentes classes sociais e gêneros.

12 - Agora é com você amiga, deixa a mensagem que quiser.

O importante é sempre tentar abrir a mente para novos caminhos e novas possibilidades. A estagnação é fatal para se levar uma vida menor e cheia de preconceitos. A multiplicidade do mundo é o que faz com que a gente cresça e se envolva em histórias inesquecíveis com pessoas interessantes.

As três primeiras fotos fazem parte de um belo e incrível ensaio realizado através das lentes da fotógrafa Agatha Alves. Nalini amou esse ensaio e com muito profissionalismo, as duas curtiram muito.

Página Oficial da Nalini Narayan: Link

Visite também a página da querida 
fotógrafa Agatha Alves
( Agatha Rey Photography): Link

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Entrevista Realizada por Fernando Oriente - Nalini Narayan na série Puro Êxtase

 A entrevista foi sobre a participação da diva Nalini Narayan na série Puro Êxtase.


 1) Você como escritora, que trabalha nesses temas, como se sentiu durante a gravação do vídeo sob essa ideia de fetiche de ser filmada?

 Quando fui convidada pelo Puro Êxtase para participar do último episódio da primeira temporada (episódio 5), me lembrei imediatamente da experiência de Blow Job de Andy Warhol e, evidentemente, me senti envaidecida pela possibilidade de imortalizar meu gozo. Só que na hora a sensação foi diferente, não tive essa autoconsciência de corpo tão grande e de como eu me sairia diante da câmera, me entreguei por completo e a câmera funcionou como uma invasão que me fragilizava. A experiência foi libertadora, foi como afrontar a sociedade e esfregar o meu gozo na cara dos conservadores. Por essa razão, a cena toma em mim proporções de uma bomba motivada por um profundo engajamento feminista. Não me preocupei em sensualizar, pois a intenção era gozar de verdade. Um prazer meu. Isso é dificílimo quando você sabe que tem uma equipe inteira olhando para a sua expressão facial de orgasmo. Foi um momento controverso. Uma quebra de tabus.

2) Teus orgasmos foram intensos? ou ouve uma mediação que tornaram esse gozo mais contido, ou reprimido mesmo pela presença da câmera, da equipe e por você saber que estava sendo filmada e que espectadores iriam ver?
 
Meus orgasmos foram intensos, longos, mas o último foi o maior. No começo, me controlei para tentar evitar que me vissem gozando, mas o corpo retesado deixou a excitação clara e o som também, os gemidos fugiram ao meu controle, eu esqueci que tinha um microfone no vestido.

3) Eles colocam apenas um vibrador e você começa a colorir o livro?
 
Meu marido estava lá embaixo! A estimulação foi feita com sexo oral e vibrador. Só que no meio do processo acabou a pilha do vibrador, parecia comédia pastelão... aí o maridão deu conta sozinho. Foram 50 minutos, mas na edição ficaram 35, acho.

4) Queria saber, se você puder, mais detalhes dessa experiência, a relação dos orgasmos que teve, se você chegou a ter orgasmos, com a câmera e o ato de ser filmada....
 
Então o último orgasmo foi o maior de todos, ao todo foram 5 picos de excitação. A partir de um ponto a gente chegou à exaustão e eu comecei a ficar desesperada pelo momento do êxtase, ignorei a câmera, mas o olhar da equipe me estimulou, um fetiche de ser vista por estranhos num momento de intimidade, um momento proibido, digamos assim.

5) E o fato de você ser muito bonita, isso potencializa o fetiche de filmar na equipe e o fetiche de assistir no espectador...
 
Obrigada. Acredito que sim, que ver uma mulher bonita (que não é uma profissional do sexo acostumada com tal exposição) se disponibilizar a gozar na frente das câmeras seja mega excitante para quem assiste. Tudo depende do tipo de público também. Mas, em geral, o público gosta de rir e a cena tem um toque de humor bastante presente.

Episódio 5 - Nalini Narayan e a Suruba Para Colorir: Link
 
 Esse foi mais um grande trabalho que a poderosa Nalini deu um show!!  
 Página da Nalini: Link
Aventuras Sexuais de Nalini N.: Link
 Fanpage Puro Êxtase: Link 
 Fanpage Bebel Books: Link
Fanpage Bunkermidia: Link
 Fanpage Extravagance Boutique: Link
Fanpage SF13 Produções: Link

Parabéns para todos!!!

Aventuras Sexuais de Nalini N.





   Esse livro é incrível, magnífico!! Nalini fala naturalmente da sua busca interior na cidade de São Paulo.  Ela queria viver coisas novas, experimentar e se descobrir. A Nalini relata a sensualidade, aventuras sexuais, o ser humano de forma simples, pura, trazendo vários aspectos importantes para refletirmos sobre o que realmente buscamos.
  Ela é uma mulher de opinião, guerreira e muito determinada nas coisas que pretende alcançar. Ela teve muita coragem de escrever esse livro, relatando o sexo sem pudor, da forma que realmente é, na sua visão.

  Eu gostei muito, pois a Nalini é uma escritora que se expressa muito bem, tem uma visão de sociedade muito marcante e interessante, a qual descreve também no livro.


 Acho que além do cunho sexual que o livro apresenta, contando os momentos, ele mostra também como uma mulher determinada corre na busca de seus interesses e assim poder se conhecer ainda mais. É muito importante tentarmos nos entender, compreender o nosso interior e razões e a bela e diva Nalini trás tudo isso nesse maravilhoso livro.

Aventuras Sexuais de Nalini N


Obrigado querida amiga!! Você é maravilhosa e uma amada!!


quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Nalini e Alexandre participaram de Amores Livres (Série Documental) - Ep5 Casamento Aberto

Hoje quero comentar sobre esse episódio, que foi incrível e muito interessante, da Série Documental Amores Livres - Ep5 - Casamento Aberto.

  Eu gostei muito desse episódio, pois cada um tem o direito de fazer o que quer e o que se sente a vontade para fazer. Como a Nalini diz, ela se entendeu com o Alexandre, eles conversaram e compreenderam as razões de ter um casamento aberto. Para mim é um prazer imenso falar da Nalini, pois ela e o Alexandre brilharam. Mostraram como um casamento mesmo sendo aberto, pode ser interessante e duradouro. Acho que a simplicidade e a naturalidade que os dois enfrentam a relação é o motivo de se darem bem.
  O depoimento dos dois mostra que se sentem bem e que se amam, e isso é o importante.
Essa série do grande diretor João Jardim está de parabéns.
Acho muito importante também ressaltar a coragem do casal de comentar sobre sua relação, ainda mais sendo aberto, onde devem sofrer algumas críticas. Nalini é realmente exemplar, e merece muito reconhecimento, por ser uma mulher de muita garra e pensamento próprio.
Parabéns aos amados Nalini e Alexandre, vocês são show e vão brilhar cada vez mais.

Muito obrigado Nalini por ser sempre super atenciosa e dedicada, é uma honra acompanhar cada trabalho que você realiza com êxito e muito talento. Um abraço e beijo do teu grande amigo Dani!!







Veja o vídeo: Link

O casal Nalini e Alexandre falam sobre a relação dos dois e essa forma de amor.

A série é exibida no canal Gnt

Página oficial da Nalini no Facebook : Link