segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Entrevista - Canal Alemanizando - Rodrigo e Elissa

1-  Como foi que vocês decidiram ir para Alemanha? 
Em 2013, nós viajamos juntos de férias para a Alemanha e conhecemos de pertinho tudo aquilo que só ouvíamos falar. Ficamos imediatamente encantados pelas cidades históricas, limpas, organizadas e arborizadas. A decisão estava tomada: “vamos morar na Alemanha!”. Escolhemos Berlim especificamente pelo clima de liberdade e diversidade que a cidade oferece. Berlim é muito rica na sua história e na sua mistura étnica, o que torna ela uma cidade única.  Além disso, a capital alemã oferece mais vagas de emprego em inglês para nos facilitar enquanto não dominamos o idioma alemão.
2 - O canal de vocês no YouTube é super legal, trazendo coisas bem interessantes da Alemanha, como começou tudo isso?
Temos um grande amigo que possui um canal no YouTube e acabamos participando muitas vezes de vídeos e da interação que o YouTuber tem com os seus inscritos. Nós achamos que parecia uma atividade muito legal de criação e troca e, desde então nós ficamos com vontade de criar um canal no YouTube para nós. Quisemos fazer um canal de culinária com amigos chefs de cozinha, mas não levamos adiante... Depois o Rodrigo se aventurou num canal solo sobre videogames e, paralelamente, continuamos com o plano de um canal nosso. Quando a vinda para a Alemanha se tornou uma certeza, tivemos a ideia de fazer o canal sobre isso. Achamos que seria a maneira mais fácil e eficiente de guardar nossas memórias e compartilhar elas com os amigos e familiares. Também quisemos compartilhar o que estamos aprendendo com as pessoas que sonham em vir morar aqui. O Canal Alemanizando tenta passar uma ideia de como é a vida em Berlim, assim como os desafios e alegrias de morar fora do Brasil.
3 - Como é o custo de vida ai, conta mais sobre isso.
O custo de vida na Alemanha, principalmente quando se compara a outros países da Europa, é bem baixo. Quando pagamos as contas usando Reais, o valor fica bem elevado, mas considerando salários em Euro (que aqui não costumam ser baixos) o custo de vida é bem em conta, com aluguéis de bons apartamentos mobiliados em torno de 600/700 Euros por mês com água, eletricidade, internet e aquecimento inclusos. Além disso a alimentação costuma ser barata, com em média 120 Euros é possível fazer as compras do mês no supermercado.
 
 4 - Como foi a adaptação a essa nova cultura e também na questão da língua?
Não tivemos exatamente um período de adaptação, tudo fluiu normalmente e pacificamente. O primeiro mês foi o mês da burocracia, pois existem muitos passos burocráticos a serem dados até que tu esteja 100% dentro da sociedade alemã.
O processo para aprender o idioma, por outro lado, tem sido a passos pequenos, mas contínuos. É uma língua muito complexa e, por mais que tenhamos estudado todos os dias por 5 meses, ainda não conseguimos manter diálogos. Para quem quer aprender, o negócio é ter foco, estudar todos os dias e mergulhar no idioma escutando rádio, assistindo filmes, vendo televisão...
 5 -  Achei bem interessante sobre os mercados de natal (Weihnachtsmärkte), o que você mais gosta deles?
Os mercados de natal tem um clima especial, cheio de cheiros maravilhosos de comidas e bebidas da época... As luzes e decorações são sempre lindas, aquele sonho de natal. A melhor parte é poder encontrar os amigos lá para um vinho quente e alguma comidinha gostosa.
 6 - Como é o dia a dia de vocês aí?
Nosso dia a dia é bem normal: o Rodrigo trabalha 8 horas por dia no setor de marketing de uma empresa alemã e eu faço trabalho voluntário em uma escola para refugiados aqui em Berlim.
Fora isso, dedicamos muito tempo para o canal e temos nossos projetos profissionais no Brasil ainda: eu desenvolvo sites e o Rodrigo tem uma empresa de mídias sociais com uma sócia no Brasil.
Nos finais de semana sempre tentamos encontrar nossos amigos e conhecer novos lugares.

 7 - Quando está muito, mas muito frio aí, o que normalmente vocês fazem?
Nós ainda não tivemos dias muito muito frios. Este vai ser nosso primeiro inverno aqui. Por enquanto tivemos uma semana de temperaturas entre -2 e 0 graus, com sensação térmica de até -7. Essa foi a semana mais fria até agora e nós seguimos a vida normalmente: trabalhando e passeando. Fomos a muitos mercados de natal nessa semana e nos aquecemos com o vinho quente. Pelo que nós percebemos, quando está muito frio mesmo, o povo fica em casa e recebe amigos para comer e beber em casa.
 
8 - Você é uma mulher vaidosa, gosta de sempre estar arrumada?
Eu nunca fui muito vaidosa não, não gasto mais do que 5/10 minutos por dia me arrumando. Apesar disso, gosto de estar me sentindo bem com a minha aparência sim.

9 - E a respeito dos pontos turísticos, Alemanha tem muito não tem? Quais vocês gostam mais e tal?
Na Alemanha podemos encontrar inúmeros pontos turísticos. Aqui em Berlim mesmo já temos uma infinidade deles. Na Alemanha toda, o ponto turístico mais impactante que conhecemos foi o castelo de Neuschwanstein, na Baviera. É um lugar de contos de fada.
Aqui em Berlim, temos um carinho especial pelo Portão de Brandeburgo.
10- Em relação aos costumes mais diferentes aí, tipo as saunas que ficam todos nú, lavar louça daquela forma estranha no início, fala um pouco disso tudo.
Aqui o povo tem uma cultura muito diferente da do povo brasileiro. Infelizmente nós temos pouco contato com o povo alemão mesmo, então às vezes nem percebemos certos hábitos como, por exemplo, a maneira que eles lavam a louça... Ficamos sabendo disso não faz muito tempo, nunca vimos acontecer.
Nós gostamos particularmente do hábito deles de nunca entrar em casa com sapatos utilizados na rua, eles sempre retiram os sapatos na porta. Além disso é interessante o hábito de jamais atravessar a rua enquanto o sinal não estiver verde para o pedestre, mesmo que não esteja vindo nenhum carro.

11 - Deixa a mensagem que quiser.
Gostaríamos de convidados todos para conhecer a Alemanha. É um país incrível com belezas naturais maravilhosas e uma história muito rica e presente. A gastronomia é ótima e as cervejas e vinhos também. E Berlim tem opções que vão agradar qualquer gosto, dos mais tradicionais aos mais alternativos. 

Canal no Youtube: Canal Alemanizando

Quero agradecer muito a você Elissa, ao Rodrigo, pois vocês são uns queridos! 
Adorei fazer essa matéria com vocês, vamos fazer sempre mais.
Parabéns pra vocês, por essa garra toda!!
Um grande abraço!!!!

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

A big interview with Dana, where she told several things about her and trips

 1 - Tell me about your vídeos, youtube's channel and how you decided to do all. 
When I graduated from university in 2008, something simply pushed me to move to Europe. Not just to travel there, but to move there. I didn’t know what it was or why, but I knew I had to go. So I did! And while there were some similarities between the USA and Europe, there were also a lot of little and big differences. And this fascinated me. I wanted to share with other people everything I was learning and experiencing, so I started the blog www.WantedAnAdventure.com. From that came the Wanted an Adventure YouTube channel, where I make videos on what it’s like living abroad in general, what life in Germany is like for me, and short travel videos from my trips around the world.

 2 - did you have some difficult to adapt when you changed of country?
 Yes, I definitely did. Settling into life over here in Europe has been like a rollercoaster ride. At first it was really fun and everything was so exciting! But then there was a period of time when it was really hard and I really missed the US a lot. Then things went back up again! Then down for a little bit. Now after 6 years I finally feel like life has leveled out. I am still an American, but I am very happy to say that Munich, Germany, has truly become by home.

3 - You like so much to travel. Tell me about some trips.
I just recently had the great honor of visiting Thailand for the first time. Actually, it was my very first trip to Asia at all! And I’m already looking forward to going back. Another one of my favorite trips was a visit to the Egyptian pyramids and the Valley of the Kings. To be able to see and experience even just a part of a civilization from so long ago really made me feel alive.
4 - About food, what do you like to eat ?
 Now that I’ve lived so long in Europe, I’ve stopped missing many things about my old home in America. But food is still the one thing I miss and crave to this day! My favorite foods that I always eat when I go back to the US to visit include buffalo wings (medium spicy!), BBQ baby-back ribs, and American-style Chinese food. But over here in Munich, the soft pretzel has won my heart!



5 - You are a person that pass a very good energy, always smile, it's funny sometimes. Tell me about it.
 I have always had my own unique personality and energy, but there are also two sides of me. When I am alone I am often very quiet and thoughtful. But then as soon as there are other people to interact with, my energetic side comes out. I am goofy and silly, but I am real. I am just me!
6 - What do you like to wear ? how is your style about clothes and shoes?
My style has changed now that I live in Germany. I spent most of my life in south Florida where it was warm all year. Now I live in Germany where we are lucky if it is even warm in the summer! Also, in Florida I drove my car everywhere, so clothing didn’t have to be as practical as it does here, where people walk or ride their bikes a lot more. In the end, I would say I’ve developed something of a mix between European and American styles; when I’m here in Germany, sometimes people can spot me as an American. But when I go back home to America, my friends and family often tell me I’m looking more and more European!


7 - The christmas in Germany is it good? what do you more like?
 Since I spent much of my life in Florida, it is very exciting to be in cold Germany for Christmas! I’ve fallen in love with the Christmas markets and cannot imagine celebrating the weeks leading up to Christmas without them.
8 - Do you have some adventure to tell me? An outstanding adventure.
 In 2008, when I moved from the US to Prague, I didn’t know a single person there, and I could only speak a few words of the language. I had no idea what I was going to do in the city or with my life at all! Before that, I usually had everything planned out. But when I moved to Europe, I let go and allowed my life to go in whatever direction the world took it. For me, that was a huge adventure: “letting go of the steering wheel” and seeing where life took me.



9 - Do you prefer winter or summer ? Europe is colder than USA?
 Both the US and Europe have warm and cold parts, but where I live in Europe, it is most definitely colder than where I lived in the US! Now, do I prefer winter or summer...this is a hard question to answer! Here in Munich the winter has Christmas markets, and the summer has beer gardens, so both great things. The winter has warm mulled wine (Glühwein), and the summer has the Hugo cocktail and the Weinschorle drink (wine mixed with sparkling water). I cannot pick! After living so long in Florida, I love having ALL the seasons and I cannot pick just one that I love more
10 - When aren't you working, what do you like to do?
 I really enjoy baking. Not cooking, but baking. Cakes, cookies, chocolate truffles -- I love creating sweets! I also enjoy writing, both articles as well as books. So far I’ve published one novel, entitled Found in Prague, and I’m currently working on the next one.



11 - what do you think when I said Travel?
There are two things that fascinate me more than anything in this world: the nature in it and the people on it, and I love learning about both.
12 - Leave a message, whatever.
 I always try to remind myself that actually, life is the adventure! The whole thing from start to finish. Sure, there are other little adventures in between, but the big adventure is life in general. Remembering that reminds me to make the most of every day. It’s easy to forget and take life for granted, but I try to remind myself that it’s a thing to be cherished.
Thanks so much for having me, Daniel! And thank you to everyone reading this. Wishing you all the best!


Youtube's Channel: Wanted an Adventure

She is in Facebook too: I Guess I Said I Wanted An Adventure

 I loved the interview Dana!! It's always a pleasure to help you, because you do a wonderful work with videos, make all with love.
 I admire you so much for your personality, like professional and like friend.
Congratulations always!! 

You have a friend here when you need something or just talk about whatever subject.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Entrevista com a fotógrafa Anna Paula Pacheco

Anna já tem uma grande experiência com a fotografia e contou tudo dos grandes eventos que participou. Em 2011 ganhou seu primeiro prêmio internacional e vem crescendo a cada dia, com muito talento, desenvoltura e sua simplicidade. Anna, você arrasa!!



1 - Como que você decidiu ser fotógrafa, sempre gostou?

Verdade a fotografia me escolheu, sempre gostei de tudo que envolvia a arte manual, e quando descobri o mistério da fotografia é trabalho manualmente com minha câmera, assim decidi fazer da fotografia minha única profissão, antes já trabalhava com imagens, pois como produtora gráfica eu precisava entender a beleza em uma imagem.




2- Você ganhou premio internacional de fotografia, como foi tudo isso?

Meu primeiro premio internacional foi em 2011 no concurso " The Worlwide Photography Gala Awards" a foto de uma mulher e o seu violão, entre 6840 imagens enviadas de 42 países fui a única Brasileira a ganhar esse prêmio e ter a foto impressa no livro de memória JULIA MARGARET.


Neste ano de 2014 fui Certificado Internacional de BRAPPAS (Associação Brasileira  Internacional de Fotógrafos Profissionais) após meu trabalho ter sido indicado pela Atriz Desirré Oliveira (Atriz do Zorra Total) após ela ter feito um dos meus elementos do meu projeto "Mundo" e não somente somente pelo meu trabalho artístico como o trabalho comunitário sendo um dos grandes sucesso o "Transtorno da Moda" que estava exposto por todo o mês de maio na Livraria FNAC Barra Rio de Janeiro.
Sendo assim a fotógrafa é a quarta fotógrafa no Brasil recebendo esse título entre os fotógrafos de nome como Adriano Gonçalves, Benevenide e Eric Macarrinni.




3 - Você já fotografou moda Praia, casamentos, sensual, tem algo que gosta mais?

Já fotografei sim tudo, Moda, Casamentos, sensual e etc...
Mas o que me fascina mesmo são meus trabalhos autorais em que trabalho levando sentimentos de dentro de minha alma para cada um que ver minhas imagens.


4 - Você tem algum evento que foi mais marcante pra você trabalhar?


Para mim cada evento e editorial é único sempre marca.


5 - Você casou no exterior, conta um pouco de como foi.


Pois é amigo, foi assim que eu descobri que um global faz sucesso aqui nos States.




6 - Você gosta de fazer o que no tempo livre?

Fotografar... kkkkk.


7 - Em relação a make e maneira de vestir, conta o que gosta.


Gosto de tudo que é diferente, normalmente nunca visto a moda e faço sim minha moda.

8 - Você conhece muitos lugares no exterior ?

Posso dizer que ainda conheço pouco, mais o pouco que conheci, me encantei, pela cultura, pela educação das pessoas e pela funcionalidade do sistema local, passei pela Buenos Aires- Argentina, Lisboa - Portugal, Madri e Valência - Espanha, Paris - França, e fiz todo o Trajeto de Miami a Key west - Florida e por fim e tão importante a cidade dos sonhos Nova York, sei que é muito pouco, mas esse pouco me enriqueceu muito, cada país seu museu, sua história, voltando na minha bagagem de conhecimento real.  





9 - Como que você faz num dia que precisa fotografar um casamento por exemplo, muitos preparativos?

Tenho mania de cronometrar tudo, e sempre me preparo dias antes de um evento ou sessão fotográfica.

10 - Você já sofreu ou sofre preconceito por ser mulata ?

Não sei se é coisa divina de Deus, mais minha cor nunca foi um problema nem no Brasil e nem fora dele, me sinto até privilegiada as vezes... kkkk

11 - Você morando no Rio, gosta de ir a praia ?

Quando morava no Rio de Janeiro- Brasil quase não curtia a praia, mais adorava contemplar, agora morando nos USA sinto falta.




12 - Conta um pouco do jeito Anna de ser.

Jeito Anna de ser é ser verdadeira 100% e  as vezes assusto algumas pessoas, mais com o tempo quem é de verdade sabe que falo pro bem.


13 - Algum projeto em especial que quer comentar?


Sim o "Transtorno da Moda" foi sem dúvida de longe um projeto que mais me envolvi, e pude envolver muitas pessoas. leia mais sobre ele no meu site.

14 - Deixa a mensagem que quiser.

"Quero fazer as minhas fotografias como se fossem monumentos eternos, mas não feitas de pedras, mas de imagens que tragam algum sentido para o observador."